destinerário
Adriano Lobão Aragão


Os poemas da série destinerário referem-se a diversos
municípios espalhados principalmente pelo Piauí e Ceará.
O que se apresenta aqui é uma amostra de 4 poemas que farão
parte da exposição e do livro a ser publicado em breve


 
esperantina

sobre as águas que movem o rio longá
atravessa a ponte a alvura do dia
seu deslizar árduo e silencioso
cumprindo o itinerário do céu
acima da copa das árvores desta praça
entre sombras que se entrelaçam
feito namorados enlaçados em seus bancos
ou transeuntes que sozinhos carregam
o desfiar dos passos que se lançam
na inexatidão de ruas e calçadas
que se fiam como uma rede lançada
ao longo da orla onde se prende
a manhã vindoura em cambos de peixe




são joão do arraial

entre nuvens se espalham
as palmas do babaçu
neste campo que aguarda
paciente as águas que devolvem
a vida de suas cores resistindo
entre quebradeiras de coco
e pescadores trafegando
pelo campo alagado
diante da curva desta estrada
que deságua nas cinzas 
das fogueiras de junho
e na esperança renovada
em novos arraiais




aracati

onde hoje se espalham
as manhãs de feira livre
deixam-se gravadas em azulejos
assentados ao longo da rua grande
as marcas da presença portuguesa
e em teu nome o passado mais arcaico
onde a tribo potiguara pescava
na manhã perdida no tempo

onde outrora se ergueu
as igrejas de nossa senhora
do rosário dos brancos e dos pretos
e se fazem as honras da rainha
dos céus e da terra
daqui proveio a vida
de um chico dragão do mar

enquanto a brisa do oceano da noite
percorre a sombra do tempo nas calçadas
e o beco do museu se fecha
no limiar dos dias seguintes




itapipoca

brisa e onda ecoam pelos sertões
que reúnem serra e mar
onde outrora se plantou
o antigo arraial de são josé
entre a serra de uruburetama
e as margens do rio mundaú

ainda ecoam por estes sertões
o rastro da ocupação do siará grande
a caatinga e sua fauna esquiva
o balançar das jangadas da praia da baleia
e se reúnem além da serra onda e sertão
refletidos nas águas da lagoa do humaitá




____________________
Adriano Lobão Aragão nasceu em Teresina, Piauí. Autor de as cinzas as palavras (poemas) e Os intrépidos andarilhos e outras margens (romance), dentre outros.
www.adrianolobao.com.br

Esperantina é um município do estado do Piauí, localizado na região Norte Piauiense, a 180 Km de Teresina. Sua população estimada em 2010 é de 37.765 habitantes.

São João do Arraial é um município do estado do Piauí, localizado na microrregião do Baixo Parnaíba Piauiense, mesorregião do Norte piauiense, a 203Km de Teresina, via PI-113. Segundo censo de 2010, possui 7.337 habitantes e 213 km². Antes de ser emancipado em 1996, pertencia ao município de Matias Olímpio, cidade localizada a 18 km de São João do Arraial. Tornou-se notória por adotar uma moeda própria, o Cocal.

Aracati
é um município do estado do Ceará, situada no litoral leste cearense, distante 150 Km de Fortaleza. Teve seu centro urbano tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Sua população é estimada em 72.727 habitantes. 

Itapipoca é um município do estado do Ceará, conhecido como “cidade dos três climas”, por haver em seu território praias, serras e sertão. Localiza-se na mesorregião Norte Cearense, a 135 Km de Fortaleza. Sua população é de 124.950 habitantes, segundo dados de 2015.


revista dEsEnrEdoS | ISSN 2175-3903 | número 25 |  teresina - piauí | agosto de 2016

 
 

  Site Map