prosa de ficção

Paz reencontrada

Eduardo L. Resende

 

 

 

 

Argônio Viriato surpreendeu-se com a repentina aparição daquela criança bem à sua frente, enquanto acarinhava as lembranças de nove décadas no suave vai-e-vem da cadeira de balanço. Divertia-se com a deformação de sua imagem refletida na maior bola da árvore de natal, sempre que o movimento da cadeira aproximava dela o seu rosto.

O menino, no entanto, desviara-lhe a atenção. E não só pela beleza, mas também pelo sorriso e alegria. Talvez tivesse uns três ou quatro anos. Via-se pelas roupas que não se tratava de criança abandonada na rua. Argônio deduziu então que logo apareceria ali alguém aflito, possivelmente a mãe.

Crianças e velhos se entendem porque se aproximam. Aquelas, porque trazem do útero a paz da ingenuidade; estes porque a procuram, levados pela experiência e empurrados pelos desencantos. Daí a graça e a leveza do diálogo, entremeado por deliciosas risadas entre Argônio e o menino. Até que o olhar da criança se deteve no pequeno cordão metálico que, sem perceber, Argônio girava de um lado para outro, enrolando-o no dedo indicador. Foi então que o homem fez oscilar o cordão como um pêndulo, diante da criança.

- Vovô vai hipnotizar você, você vai dormir...

Os olhos do menino sorriam como seu rosto.

- Vou hipnotizar... Você está ficando com sono... - o velho insistia.

Quando acordou, Argonio percebeu que estava sozinho diante da árvore de natal. E que reencontrara ali a paz que perdera há muito, muito tempo.

 

 

 

___________________

Eduardo Lara Resende nasceu em Belo Horizonte, MG.  Estudou Direito, mas acabou dedicando-se ao jornalismo. Jornalista profissional, escreveu para o Jornal do Brasil, Estado de Minas, Hoje em Dia e revistas diversas. Trabalhou ainda em agência de publicidade, no Rio de Janeiro. Ghost writer de vários livros no gênero biografia, seu mais recente trabalho é a memória de importante instituição patronal da indústria mineira – trabalho concluído em 2009.

 

 

[revista dEsEnrEdoS - ISSN 2175-3903 - ano III - número 8 - teresina - piauí - janeiro fevereiro março de 2011]

 
dEsEnrEdoS está indexada em:

  Site Map